quinta-feira, 18 de janeiro de 2018

Prognóstico sombrio para a Torre de Vigia

(Traduzido de AvoidJW) Há uma questão que envolve a organização JW, tendo em vista os acontecimentos dos últimos anos. O que se segue é apenas a minha opinião e observações com base em eventos do ano passado.

Dois anos atrás, a organização JW implementou um programa de redução de custos de 5 anos no qual ela pediu a todas as filiais que reduzissem os custos em um mínimo de 10%, mas de preferência até 25%.

terça-feira, 16 de janeiro de 2018

Reexaminando o livro Criação - parte I (mutações)

O livro A Vida – Qual a sua origem? A evolução ou a criação? foi um dos livros da Torre de Vigia que mais me fascinou quando eu era Testemunha de Jeová.
Mas o que se dará, porém, se este livro for lido com mente aberta, sem convicção de que os autores são dirigidos diretamente por Deus quando discorrem sobre um assunto tão crucial para a crença deles quanto a evolução dos seres vivos?
Neste recesso de fim de ano, sem nada do que fazer aqui por casa, fui à minha estante e li partes do livro Criação, e olha só! Virou artigo.
Para começar, vamos às definições sobre o que é mutação.

sábado, 21 de outubro de 2017

O Dilúvio de Noé – Foi global ou local? A resposta de Gênesis

Em dois artigos anteriores, postados aqui e aqui, ficou definitivamente provado que jamais houve um dilúvio global, tal como descreve a Bíblia nos capítulos 6-8 de Gênesis.  Em razão das evidências que são difundidas mais e mais, à medida que aumenta o conhecimento humano sobre o povoamento do planeta, a constatação de que há espécies endêmicas, e diversos outros fatores, tal como a falta de água suficiente para cobrir todos os mais altos montes do planeta Terra e a ausência de vestígios geológicos de um dilúvio global, mais e mais pessoas fazem uma releitura de Gênesis e afirmam que o relato bíblico pode referir-se apenas a um dilúvio local.

sábado, 14 de outubro de 2017

O Dilúvio Global de Noé - parte II

Este artigo é uma resposta a uma série de artigos publicados na página Desperta, de Carlos Fernandes. Originalmente postado em parte única no blog ateismorefutado, de Lucas Banzoli, ele visa provar que o dilúvio global de Noé ocorreu de fato, e recorre à ciência para prová-lo. É nesta parte que decidi refutar algumas afirmações. Veja os artigos tais como publicados na página Desperta: parte I, parte II,parte III, parte IV, parte V e parte VI.

Não pretendo aqui contestar cada afirmação de que discordei, algumas por considerar insignificantes, e outras, por não ter domínio suficiente do assunto para fazer afirmações seguras.

sábado, 9 de setembro de 2017

Pequena Pausa

Oi, pessoas!

Os visitantes regulares do blog certamente notaram que estou ausente já por cerca de 2 meses. Mas o blog não parou. Logo, logo voltarei com as postagens  e o blog continuará sendo um PONTO certo de notícias sobre o mundo TJ.

Abraços a todos os amigos e amigas!

quarta-feira, 5 de julho de 2017

Dirigida pelo Espírito Santo


(Traduzido de JW Facts) A Torre de Vigia reivindica ter a direção do espírito santo de Deus na formulação de doutrina, bem como em nomeação e remoção de pessoas. Isso é provado falso por doutrinas incorretas e por nomeação de irmãos enquanto estão envolvidos em pecados graves.

Uma organização terrena que afirma audazmente ter o monopólio da salvação deve apresentar prova de uma ligação direta com Deus. A Sociedade Torre de Vigia faz isso alegando orientação pelo espírito santo.

sexta-feira, 30 de junho de 2017

As Testemunhas de Jeová são honestas e moralmente melhores do que os incrédulos?

Despertai! de 8 de agosto de 1993, p. 2
(Traduzido de JW Survey) Quando meu marido e eu paramos de participar de reuniões, nos juntamos a uma liga de softbol. Isso nos ofereceu a oportunidade de conhecer pessoas e substituir os amigos que perdemos. A primeira coisa que notamos foi o quanto eram pessoas do nem, honestas e voltadas para a família. Não tinha medo de deixar meus pertences sem vigilância. Na verdade, muitos deixavam seus telefones e carteiras no banquinho da quadra. Naquele momento, percebi que os incrédulos eram pessoas decentes.

Isso foi um choque para mim porque fui ensinada, desde a infância, a temer aqueles que estão fora da organização. Se eu me mantivesse dentro dos quatro muros da organização de Jeová, ficaria protegida contra danos. O medo era uma maneira de me impedir de sair.

A ideia apresentada, seja da tribuna ou em forma impressa, sugere que as Testemunhas de Jeová, por si só, são pessoas de alto padrão moral, confiáveis e honestas. E se você se associar com descrentes, pode ser prejudicado.

sábado, 24 de junho de 2017

"A Torre de Vigia não manda em mim" (Resposta de Gerrit Lösch ao tribunal)

Gerrit Lösch
(Traduzido de JW Survey) A maioria das Testemunhas de Jeová considera a Sociedade da Torre de Vigia como quase sinônimo de "organização de Deus". Como tal, elas devem ser obedientes a todas as instruções transmitidas por ela como se estivessem recebendo essas palavras do próprio Jeová.

Mas pelo menos uma proeminente Testemunha de Jeová agora (8 de novembro de 2014) afirma que ele "não responde à Torre de Vigia", e até declarou que a Torre de Vigia "não tem, e nunca teve, nenhuma autoridade sobre mim". Quem é esse homem corajoso? Nenhum outro além de Gerrit Lösch, membro do Corpo Governante.

segunda-feira, 19 de junho de 2017

A lealdade é mais importante que a verdade? A resposta de Karl Klein

Karl Klein
(Traduzido de JW Info LineO que acontece quando a Sociedade Torre de Vigia comete um erro? Em 1984, Karl Klein, membro do Corpo Governante, abordou esta questão na página 22 da revista A Sentinela de 1 de outubro de 1984 (biografia traduzida para o português e publicada na revista Despertai! de 22 de setembro de 1987, páginas 16-22). Ele diz:

"Grassava a I Guerra Mundial, e, embora os irmãos mais destacados tivessem sido presos injustamente por causa da questão da guerra, os que estavam na liderança não avaliavam plenamente a necessidade da neutralidade cristã. Alguns que viam esta questão com clareza se ofenderam, e separaram-se dos Estudantes da Bíblia, chamando-se a si mesmos de Standfasters (Perseverantes). 

quarta-feira, 14 de junho de 2017

Cristo não é nosso mediador segundo as Testemunhas de Jeová

Da próxima vez que uma Testemunha de Jeová bater à sua porta, pergunte a ela quem é nosso mediador.

A Testemunha muito provavelmente responderá que nosso mediador é Jesus Cristo. Ela pode acreditar piamente que Cristo é o mediador dela, embora, quanto ao você, ela talvez queira apenas ser educada ao dizer que Jesus também é seu mediador.